terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Desmame


Ao completar 6 meses, a amamentação deixa de ser a alimentação exclusiva do bebê. Outros alimentos começam a ser introduzidos na sua dieta. Com isso as mamadas ficam menos frequentes e inicia-se o processo gradual de desmame. Esta pode ser uma fase difícil e deve ser trilhada com calma e gradualmente.
Para os bebês que foram amamentados exclusivamente no peito, este represente uma fonte de alimento, de carinho, segurança e de interação imensa com a mãe. Por isso, separar-se do peito é uma experiência de perda para a criança, podendo resultar num período de um pouco mais de grude, manhas e choros.
Mesmo sendo difícil para ambos, é importante ter consciência de que esse processo é benéfico ao desenvolvimento do seu filho.
Não estou afirmando aqui que as crianças devem parar de mamar no peito nesta idade, longe de mim, por favor não me entendam mal. A Organização Mundial da Saúde recomenda a amamentação vá até os 2 anos de idade para mais e quem sou eu para ir contra.
Entretanto, como as mamadas vão diminuir, e algumas mães precisarão ou não terão mais leite para amamentar, aqui vão umas dicas para um desmame mais tranquilo:
- Não oferecer o peito espontaneamente. Por outro lado, também não recuse-o.
- Diminua a duração de cada mamada.
- As mamadas mais importantes, como a de antes de dormir (para muitos bebês), são as últimas a serem deixadas, pois marcam um encontro entre vocês.
- Com a introdução de outros alimentos, pode ser que a solicitação do peito possa ser somente para ter atenção. Peça para que outro parente (pai, irmãos, avós, tios) ajude até este primeiro impacto passar.
- Se você costumava amamentar seu bebê sempre no mesmo lugar, procure evita-lo.
- Peça a outra pessoa para dar mamadeira, que não você.
- Use um sutiã/top apertado. Isto faz como que nosso cérebro receba uma mensagem de que é hora de diminuir a produção de leite.
- Bebês são ativos, estão sempre ocupados. aproveite esta característica e distraia-o com alguma coisa na hora em que pedir mara mamar. Pode ser com um passeio pela rua, uma visita à vovó...

Principais erros cometidos ao desmamar e o que pode acontecer no processo:

- Fazer o desmame para agradar os outros.
- Cortar abruptamente a amamentação.
- Enganar a criança. Principalmente com mentiras do tipo, meu leite secou ou você me machucou. É extremamente traumatizante e injusto.
- Tomar medicamento para secar o leite. Traumatizante tanto física como psicologicamente.
- Não respeitar o planejamento do desmame.
- Ordenhar muito a mama achando que vai secá-la. Ao contrário, vai estimular a produção.
- Achar que a produção vai acabar assim que o bebê para de mamar. Há mães que continuam a produzir leite em pequenas quantidade durante muito tempo depois da amamentação ter terminado. O importante é não ficar estimulando a mama.

O que fazer, se você precisa introduzir novos alimentos, mas seu bebê vira a cara?

Primeiramente, é preciso deixar bem claro, que isto é perfeitamente normal.
Insista, pois com o tempo ele se acostumará com os novos sabores. Acontece com todo mundo.

Fontes: http://www.fmcsv.org.br/pt-br/acervo-digital/Paginas/colecao-primeira-infancia-desmame-folheto-7.aspx
Blog dralucianaherrero