sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Creche (escolinha) ou babá?


Padrão
Creche (escolinha) ou babá?
Depende…

De quê???????

De vocês, pais! É claro!

Vamos aos prós e contras?

Creches/escolinhas

Prós 


Nunca faltam;
A criança se socializa;
Tem-se a oportunidade de visitar com antecedência e obter a opinião de outros pais;
Não tiram férias ou muito pouco;
Para quem não tem outra saída é a solução ideal.
Para mim, param por aqui e não é pouco!

Contras 


As crianças socializam também, todas as doenças. A creche não fecha, mas seu filho não pode ir porque vive doente;
Você pode ter visitado, mas não sabe exatamente o que acontece o dia todo lá; Será que seu filho está sendo atendido no momento que realmente precisa?
Será que está sendo estimulado de acordo com as necessidades da sua idade?
A alimentação é realmente feita ou dada com cuidado e carinhos necessários?

Babás

Prós 

Está dentro de sua casa e poderá, em certos casos, estar sob supervisão de terceiros; se for este o caso, ótimo;
Tendo sido bem indicada, principalmente de alguém conhecido, já ajuda muito;
Se a criança demonstra afeto pela pessoa, é porque a pessoa a trata com carinho e afeto. É um indício forte de que a relação é saudável;
A alimentação da criança poderá ser preparada por você e deixada para que a mesma somente dê, nos horários pré combinados com você.
A criança permanece protegida no seu lar, longe de uma quantidade enorme de agentes transmissores de doenças, evitando assim, que fique constantemente doente;
Não compartilhará brinquedos, chupetas e outros objeto com outras crianças, o que também ajuda a diminuir a exposição a agentes transmissores de doenças;
Fará seu soninho em sua cama, com seu lençol e travesseiro;
Tomará banho em sua banheirinha, devidamente higienizada e usará seus produtos de higiene e toalha;
Terá certeza que os objetos de higiene pessoal, somente serão usados por ela;
Dedicação exclusiva de uma só pessoa para a criança;
A possibilidade de instalação de sistema de câmeras, diminui a insegurança dos pais, em deixar a criança sozinha com a babá.

Contras 


A babá poderá ficar sozinha com o bebê, sem supervisão e criar uma situação de insegurança;
Há sempre o risco da babá não seguir as instruções acerca de segurança, higiene, alimentação e educação que os pais recomendam;
Há sempre o risco de maus tratos;
Há sempre o risco de indiferença em relação à criança, fazendo com que a mesma não tenha os estímulos necessários em cada idade.


No meu caso, optei por uma babá. A pessoa que trabalhou para mim era conhecida, bastante jovem e foi moldada conforme aquilo que eu entendia que era melhor para meus filhos. Esta pessoa trabalhou para mim por 16 anos e saiu porque ficou grávida e queria cuidar do seu bebê com todo cuidado que eu mesma ensinei a ela. Diga-se de passagem, ela não teve dificuldade nenhuma, né? Além disso, é a bondade em pessoa, incapaz de fazer maldade a quem quer que seja, assim, posso dizer que dei sorte e pude manter a opção que queria, isto é, mantê-los em casa, até que cada um deles completasse 03 anos e somente então fossem para a escolinha.

É importante dizer que este blog não tem caráter científico, nem profissional. É bem mais uma visão pessoal, às vezes embasada pela literatura.

Leia mais: http://exame.abril.com.br/revista-vocesa/edicoes/187/noticias/creche-ou-baba

Do artigo: Na volta ao trabalho, é melhor creche ou babá? De Roberta Queiroz, da VOCÊ S/A e,

Ana Margarida Jabali Marques
Cirurgiã-dentista – odontopediatra
FORP – USP – Ribeirão Preto – SP