quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Massagem no bebê

Padrão
Massagem no bebê
O toque é nossa primeira linguagem e pode ajudar os bebezinhos a crescer mais fortes e a sentir menos ansiedade. Em muitos hospitais e centros neonatais, os recém-nascidos são colocados no peito ou barriga da mãe para que tenham o máximo possível de contato pele a pele.

A massagem é uma forma maravilhosa de ajudar a reforçar o elo entre a mãe e o bebê. Acredita-se que o vínculo entre a mãe e a criança possa vir a ser a base dos futuros relacionamentos, já que o elo estabelecido entre os dois é uma das bases do seu desenvolvimento.

Além de aumentar o vínculo, a massagem traz outros benefícios: 


Acalma e diminui o choro;
Auxilia a digestão e ajuda a aliviar cólicas, gases e constipação;
Ajuda o bebê a dormir mais profundamente e por mais tempo;
Alivia a congestão nasal e o desconforto no nascimento dos dentes;
Ajuda a desenvolver um bom tônus muscular, coordenação e elasticidade;
Aumenta a conscientização corporal;
Melhorar a textura da pele;
Ajuda a acalmar e relaxar, tanto os pais quanto o bebê;
Estimula a confiança dos pais em cuidar do bebê.

Dicas para Massagear o Bebê 


Escolha do momento:
que seu bebê esteja acordado e alerta;
que não esteja com muita fome ou;
que não tenha acabado de comer;

Assegure-se de que o quarto esteja aquecido e a iluminação não seja muito forte;

Tenha em mãos: óleo, toalha, fraldas e roupinhas limpas;

Lave suas mãos e retire anéis, pulseira e tudo que possa gerar desconforto ou arranhar a pele do bebê;

Use um lugar seguro e confortável para fazer a massagem e coloque seu bebê de maneira que possa ver claramente seu rostinho;

Antes de começar, dedique um tempo para um relaxamento, respirando profundamente várias vezes – isso pode ajudar o bebê a relaxar também;

Os bebês são diferentes e mudam a todo momento. Por exemplo, os bebês mais novos podem se sentir mais seguros se ficarem de roupinha e mais próximos do corpo de sua mamãe ou papai;

Através da massagem, você poderá perceber melhor como seu bebê se comunica. Você aprenderá a entender o que ele gosta, não gosta, deseja ou quais são suas emoções. Você saberá o melhor momento de acariciar, brincar e relaxar. E seu relacionamento ficará melhor à medida que você e seu bebê descubram o que é melhor para os dois.

Fonte:
http://www.johnsonsbaby.com.br