sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Onde estão os talentos do Brasil? Cuidamos como devemos de nossas crianças que possuem dons?


Padrão
Onde estão os talentos do Brasil? Cuidamos como devemos de nossas crianças que possuem dons?
Assista no link abaixo, a performance do garoto da foto. Trata-se de Edward Yudenich; um pequeno gênio da música nascido no Uzbequistão, na Ásia Central.

https://youtu.be/oxvYr6o6SSY

Assista a mais vídeos deste geniozinho abaixo:

http://www.virtuosochannel.com/2013/06/edward-yudenich-8-years-old-conducts.html

Fico encantada quando vejo algo assim, posso dizer-me hipnotizada. O Uzbequistão está classificado como número 116 no índice de desenvolvimento humano, bem abaixo do Brasil, que ocupa o 79º lugar.

Damos atenção aos nossos Edward Yudenich? Temos pais suficientemente sensíveis para notarem quando têm em casa alguém assim e não menos importante, se notarem, sabem o que fazer? Há o que fazer? Onde estão as instituições especializadas em cuidar dessas crianças para que seus talentos floresçam?

A educação que vemos em nossas instituições de ensino hoje em nosso país, onde nem a disciplina de música é mais obrigatória no curriculum, permite que tenhamos uma população sensível a talentos assim?

Fomos omissos quando a escola pública, que diga-se de passagem, era de qualidade até o final dos anos 70 tornou-se sucateada, desestimulando novos profissionais bem formados a abraçarem esta profissão, levando esse desânimo ao corpo discente.

Muitos se protegeram matriculando os filhos em escolas particulares, achando que assim estavam tampando a lacuna da falta de qualidade com dinheiro. Hoje vê-se claramente que isto foi uma arapuca. Ninguém em sã consciência pode dizer que as escolas particulares, somente por este quesito oferecem ensino de boa qualidade. Muitas vezes vê-se pelos resultados do Ideb que não são essas coisas.

Assim, a grande maioria das crianças do nosso país hoje está matriculada em escolas ruins(particulares ou públicas), com professores desestimulados, são filhos e netos de pessoas que também vieram desta mesma formação, ou seja, um círculo vicioso maléfico que precisa ser quebrado.

Assim, para finalizar, volto a perguntar, cuidamos como devemos de nossas crianças? E das que possuem lindos dons?

Na postagem “Dons” neste Blog, tem algumas dicas de como identificar crianças dotadas de dons.

Ana Margarida Jabali Marques Cirurgiã-dentista – Odontopediatra
FORP-USP – 1982 – Ribeirão Preto – SP